78 views

É nosso desejo que esta tradição de cura seja restabelecida sob a orientação da Ordem Médica dos Cavaleiros Hospitalares

http://www.hospitaller-soulspirithealing.org/wp-content/uploads/Portuges-MedOKH-Cardinal-Angelo-Sodano-Kiran-Schmidt-300x94.jpg 300w, http://www.hospitaller-soulspirithealing.org/wp-content/uploads/Portuges-MedOKH-Cardinal-Angelo-Sodano-Kiran-Schmidt-500x157.jpg 500w" sizes="(max-width: 754px) 100vw, 754px" />

http://www.hospitaller-soulspirithealing.org/wp-content/uploads/Portuges-Cardinal-Angelo-Sodano-Hospitaller-159x300.jpg 159w, http://www.hospitaller-soulspirithealing.org/wp-content/uploads/Portuges-Cardinal-Angelo-Sodano-Hospitaller-544x1024.jpg 544w" sizes="(max-width: 914px) 100vw, 914px" />

Cardeal Angelus Sodano

 

Relembrando o mandato do Nosso Senhor Jesus Cristo de que o dever da Sua Igreja  é dar assistência aos doentes na sua aflição e de lembrar ao mundo de que foi em grande parte por Sua habilidade de curar que Jesus divulgou seus ensinamentos e se tornou conhecido por muitos, como é dito no Evangelho segundo Mateus:

“Mat.4:24 E sua fama se espalhou por toda a Síria e eles lhe trouxeram todas as pessoas doentes sofrendo de diversas enfermidades e tormentos, e aqueles que estavam possuídos pelos diabos, e aqueles que eram lunáticos, e aqueles com paralisia; e ele os curou”

É nosso desejo que esta tradição de cura seja restabelecida sob a orientação da Ordem Médica dos Cavaleiros Hospitalares. Através desta é dado conhecer ao mundo que nós não consideramos a doença como uma disfunção do corpo mas como um chamado para o espírito se elevar mais e envidar novos esforços para realizar o plano divino que Deus fez como único propósito para este mundo. Nós queremos reafirmar a antiga tradição que entendia a cura no contexto religioso e não separava a cura do corpo da cura da mente _ uma tradição na qual o sacerdote era um curador e o curador era um sacerdote.

Nós estamos cientes de que no último século esta tradição foi enfraquecida por sucessos químicos ou físicos. É óbvio para muitos, hoje em dia, que este sucesso é superficial e é mais uma tentação para “construir sua casa sobre a areia” na esperança de que a habilidade humana controle o destino e dê segurança.

É nosso desejo dar apoio para aqueles que promovem a compreensão de que não é nem a pílula nem a faca do cirurgião que no final das contas vão trazer a cura mas o espírito que está determinado a fazer uso da doença para o melhoramento da alma, para a transformação do medo em glorificação do Senhor, para o mudança do espírito da crença em si mesmo para a crença no seu papel como servo para a glória maior de Deus.

Nós entendemos que esta antiga tradição, tão bem enraizada e fundamentada pelos antigos Cavaleiros Hospitalares, que trouxeram veneração e cura para o mesmo lugar e fundaram o próprio conceito de hospital, vem sendo reconstituída pela Ordem Médica dos Cavaleiros Hospitalares sob a orientação do seu Grão Mestre, Kiran Schmidt.

Estamos cientes de que esta tradição, antes e agora, está e esteve sob a ameaça daqueles que detém a supremacia dos métodos neste mundo. Portanto é nossa intenção tornar conhecido ao mundo que nós consideramos a Ordem Médica dos Cavaleiros Hospitalares uma semente e uma organização estimulante para o restabelecimento de uma medicina que compreende os princípios acima e recria a medicina que tem a intenção de promover a compreensão da doença como um momento de capital importância na vida de uma pessoa para o retorno à sua única missão _ se tornar filho de Deus e realizar o plano do seu Pai.

A doença é o momento que torna humilde o mais orgulhoso e egoísta e o deixa aberto para outra verdade e visão de mundo _ é um momento sagrado e do mais alto valor na vida. Se a cura é feita com a compreensão de que é apenas Deus que cura

(Exo. 15:26b Eu sou o senhor que te curou)

e que o médico e seus instrumentos são apenas servos e ferramentas do Criador, a cura será bem fundamentada e trará bons frutos, e deixará claro que Deus e Seus caminhos são a expressão da Árvore da Vida.

Aqueles que estão sendo admitidos na Ordem Médica dos Cavaleiros Hospitalares   são treinados na compreensão de que não são eles que curam mas seu Pai Celeste e que não vão cair na velha armadilha de usar seu sucesso na cura para glorificar a si mesmos ou suas ferramentas. Se estes forem então considerados merecedores pelo Grão Mestre para serem designados Cavaleiros ou Damas de São Jorge, o Grande, eles terão, se admitidos, nossa benção especial e proteção e apoio dos Santos da Igreja Católica.

   

– Traducao do Ingles original

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *